Home » Actualidades » Cabo Verde e Portugal assinam plano de ações para 2018 âmbito da cooperação policial

Cabo Verde e Portugal assinam plano de ações para 2018 âmbito da cooperação policial

O plano de ações para 2018, ora assinado assenta em atividades de formação e assessoria técnica, com enfoque nos contratos locais de segurança

O Ministro da Administração Interna, Paulo Rocha e o seu homologo português, Eduardo Cabrita assinaram, no passado dia 18 de dezembro, em Lisboa, o plano de ações para 2018 no âmbito da cooperação policial entre Portugal e Cabo Verde.

O protocolo de cooperação técnico policial existente entre os Ministérios da Administração Interna de Cabo verde e Portugal, agrega um conjunto de atividades, destinadas a desenvolver competências técnicas e operacionais das forças e serviços de segurança de Cabo Verde.

“Portugal é um parceiro fundamental naquilo que é a estratégia de Cabo Verde no domínio da segurança interna. Nós temos tido desafios importantes neste domínio, felizmente temos conseguido dar uma boa resposta particularmente graças a cooperação técnico policial com Portugal, no domínio da formação dos oficiais, da assistência técnica, no domínio operacional e naquilo que são as novas filosofias e doutrinas em matéria da segurança interna” – afirmou o Ministro da administração Interna, Paulo Rocha.

O plano de ações para 2018, ora assinado assenta em atividades de formação e assessoria técnica, com enfoque nos contratos locais de segurança que envolvem forças de segurança e as entidades locais, colaboração técnica no tocante a investigação criminal, entre outras ações.

Paulo Rocha que esteve em Portugal de 18 a 20 de dezembro numa missão de trabalho, visitou o Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI), onde juntamente com o seu homologo português reuniram-se com os cadetes da Polícia Nacional de Cabo Verde que frequentam o instituto.

Paulo Rocha regozija-se com o desempenho dos 17 efetivos da Policia Nacional Cabo-verdiana em formação aquele Instituto Superior e reconhecendo a sua importância. “Esta escola constitui aquilo que nos costumamos dizer, a coluna vertebral de toda a cadeia de comandos da Policia Nacional.”

Por sua vez, o Ministro da Administração Interna de Portugal, Eduardo Cabrita enalteceu a experiência exemplar de cooperação entre os dois países e entre as forças e serviços de segurança e reafirmou o engajamento do Governo Português nesta área.

“Nós temos hoje um número muito significativo de cadetes cabo-verdianos e para além da formação que existe no ISCPSI nós daremos formação a nível superior em Cabo Verde aos atuais oficias da Polícia Nacional de Cabo Verde”.

Ainda durante a visita à Lisboa, e a convite do Ministro da administração Interna de Portugal, o Governante cabo-verdiano, participou na cerimonia solene de condecoração do Grupo de Intervenção, Proteção e Socorro-GIPS, presidia pelo Primeiro-Ministro de Portugal, António Costa.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade