Home » Actualidades » Deputados da CPLP reúnem-se em Lisboa para debater cooperação entre parlamentos

Deputados da CPLP reúnem-se em Lisboa para debater cooperação entre parlamentos

Os deputados da CPLP vão discutir várias propostas de cooperação entre os países, nomeadamente no que diz respeito à educação.

Deputados dos nove membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) reúnem-se esta segunda-feira em Lisboa, semana para debater a cooperação entre os parlamentos e temas da organização, como o ensino do português na Guiné Equatorial.

A VII Assembleia Parlamentar da CPLP (AP-CPLP) tem como tema “O Reforço dos Laços Institucionais entre os Parlamentos” e decorre neste dia e terça-feira na Assembleia da República.

Na sessão de abertura, à tarde, intervêm o presidente da Assembleia da República portuguesa, Eduardo Ferro Rodrigues; o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva; a secretária-executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira, e o chefe da delegação brasileira, deputado Átila Lins, em representação do presidente da AP-CPLP.

Antes, os deputados reúnem-se nas comissões especializadas permanentes: Política, Estratégia, Legislação, Cidadania e Circulação; Economia, Ambiente e Cooperação; Língua, Educação, Ciência e Cultura – nesta última, será feito um ponto de situação sobre o ensino do português na Guiné Equatorial, antiga colónia espanhola que aderiu à CPLP em julho de 2014.

O programa inclui a conferência dos presidentes dos parlamentos da CPLP e reuniões dos presidentes dos grupos nacionais da AP-CPLP, dos secretários-gerais da AP-CPLP e da rede mulheres parlamentares da AP-CPLP.

Em debate estarão a proposta do programa Pessoa, que pretende promover a mobilidade académica dentro da CPLP; a criação do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional da CPLP; a nova visão estratégica da organização e o papel dos parlamentos observadores; a instalação do secretariado permanente da AP-CPLP; a cooperação das mulheres em função dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030, definida pelas Nações Unidas) e a violência doméstica.

Na terça-feira, a agenda é dedicada às sessões plenárias, com intervenções dos representantes dos nove parlamentos nacionais, subordinadas ao tema da assembleia parlamentar.

Os trabalhos são concluídos no final da tarde de quinta-feira, com a assinatura da declaração final da VII assembleia parlamentar da CPLP.

A organização lusófona é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados