Home » Actualidades » Ministério da Cultura recebe 113 projectos para avaliação do financiamento em 2018

Ministério da Cultura recebe 113 projectos para avaliação do financiamento em 2018

Dos 113 projectos recebidos no MCIC, a maioria é de iniciativa privada.

O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) anuncia que foram entregues 113 projectos no âmbito do lançamento do edital de candidaturas para o financiamento em 2018. O objectivo é financiar projectos culturais vindos da sociedade civil e de criadores, dando seguimento ao primeiro edital lançado no ano passado (2016).

Para o ano económico 2018, este edital priorizou os financiamentos para as áreas de Artes Plásticas, Artes Visuais e Fotografia (exposições artísticas e temáticas), Artesanato (exposições e ateliês), Dança (espetáculos individuais ou de grupos e projetos de internacionalização), Design e Moda (apresentação de coleções individuais e coletivas, workshops, formação e feiras de moda), Música (concertos individuais e de grupos) e Teatro (espetáculos, peças de autores cabo-verdianos, itinerância e internacionalização).

Dos 113 projectos recebidos no MCIC, a maioria é de iniciativa privada. Segundo uma nota do ministério, também deram entrada projectos de associações e das câmaras municipais e outros de nível internacional, para a promoção da música e dança de descendentes cabo-verdianos.

A ilha com maior entrada de projectos foi Santiago com 20, seguida de São Vicente com 14 e da ilha do Sal cinco projetos. A ilha do Maio e Brava entregaram 4 projectos e as ilhas do Fogo e Santo Antão deram entrada com 3 projectos. Da ilha de São Nicolau chegaram 2 projectos e por fim a ilha da Boa Vista com apelas 1 projeto na área da música.

Da diáspora chegaram 2 projectos, sendo 1 da América do Sul na categoria música + dança e 1 da Holanda categoria música.

Esses projectos têm a ver, na maioria, com festivais de dança, música e teatro, concurso de vozes, exposições, projectos de inclusão social e concertos, sendo neste último item com uma proposta que explora a história e origem das danças tradicionais, com realce para o batuco. De Cabo Verde apenas 14 municípios concorreram neste edital.

O edital tem por objectivo estimular áreas muito específicas e direcionar os recursos do Estado de forma mais eficiente e de encontro com as expectativas regionais e locais de uma programação de qualidade e voltada para o aumento do consumo da arte e da cultura nas comunidades.

A candidatura para o ano económico de 2018 foi aberto no início do mês de Setembro e foi encerrada a 31 de Outubro.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados