Home » Cultura » Francisco Fragoso e Tchon Di Kauberdi apresentam “Lobotomia e Teatro” no III Colóquio Luso-Brasileiro dos Olivais

Francisco Fragoso e Tchon Di Kauberdi apresentam “Lobotomia e Teatro” no III Colóquio Luso-Brasileiro dos Olivais

Lobotomia é uma intervenção cirúrgica que consiste à seccionar fibras nervosas que ligam os lobos frontais ao resto do cérebro.

O médico e dramaturgo cabo-verdiano Francisco Fragoso e o Grupo Cénico “Tchon Di Kauberdi” apresentam nesta quinta-feira, 23, em Lisboa, Portugal, uma sessão cultural sob o título “Lobotomia e Teatro”, enquadrado no âmbito do III Colóquio Luso-Brasileiro dos Olivais.

O programa do III Colóquio Luso-Brasileiro dos Olivais inclui uma palestra sobre “Lobotomia”, por Francisco Fragoso, ilustrada cenicamente pelos elementos do Tchon Di Kauberdi. Ainda, Inês Lourenço, Maria João Lima e António Lourenço, vão interpretar a sinopse da peça “Suddenly last Summer” (Bruscamente no Verão passado), do dramaturgo norte-americano, Tennessee Williams (1911-1983).

Esta peça de teatro foi adaptada ao cinema em 1959, com Katharine Hepburn no papel de Senhora Venable, Elisabeth Taylor no papel de Catarina e Montgomery Clift no do médico Cukrowicz.

Lobotomia é uma intervenção cirúrgica que consiste à seccionar fibras nervosas que ligam os lobos frontais ao resto do cérebro. Afinada desde os anos 1936 pelo neurologista português Egas Moniz (1874-1955), titular da cátedra de neurologia da Faculdade de medicina da universidade de Lisboa, que lhe valeu o prémio Nobel de medicina em 1949. Esta intervenção dirigia-se, na época, à casos de psicoses das quais a esquizofrenia.

A lobotomia, que deixava pesadas e molestas sequelas neurológicas e cognitivas, espalha-se no mundo inteiro até à descoberta dos neurolépticos nos anos 1950. Entre os pacientes que se submeteram à uma lobotomia, está Rose, irmã do dramaturgo Tennessee Williams que ficou perturbado com o facto. O tema da lobotomia é ilustrado na sua peça “Suddenly last summer”.

Presentemente, por motivos de natureza ética, Lobotomia só é usada excepcionalmente.

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados