Home » Actualidades » “A Ética no desporto é transversal a ética na sociedade”: Maísa Salazar, membro da Comissão de ética do COC

“A Ética no desporto é transversal a ética na sociedade”: Maísa Salazar, membro da Comissão de ética do COC

A ética desportiva foi o tema central do primeiro Fórum Nacional da Academia Olímpica de Cabo Verde, realizada em Mindelo, na sexta-feira (10). O evento contou com as intervenções de três oradores, de entre os quais Maísa Salazar, membro da Comissão de ética do COC, que afirmou a ética ou falta dela no desporto é uma transversalidade do valor na sociedade.

Actualmente tem-se assistido a uma perda de valores na sociedade muito devido a promoção de acções pouco éticas e que desvalorizam a diferença entre o bom ou mau. Quem o diz é Maísa Salazar membro da comissão de ética do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), que instada a falar sobre o tema, afirmou que “a Ética no desporto é transversal a ética na sociedade”.

“Hoje em dia a gente chega a conclusão que socialmente as pessoas têm vergonha de serem honestas e tudo isto transporta-se para o desporto. Estamos a viver neste mundo global em que assistimos cada vez mais a uma comercialização do profissionalismo no desporto, pelo que há muitos males da sociedade que entram nesta área do desporto”, argumenta.

A seu ver a compra de jogadores e das suas consciências põe efectivamente em causa a prática desportiva.

Entretanto a mulher assume um papel preponderante no que a ética desportiva se refere, levando em conta o longo período em que se viu impossibilitada de impor os seus valores sociais nos centros de poder.

“A mulher entra neste processo como um ser eminentemente ético, que com uma série de lutas travadas ao longo desses anos, chegou aos picos da glória e tem estado a querer imprimir as novas práticas, trazendo para o público, seu viver ético da vida privada, o seu cuidado, o amor, o carinho e a generosidade que a tornam um ser essencialmente ético”, acrescenta.

No desporto a responsabilidade feminina torna-se num compromisso para a formação de jovens atletas, pois é da formação básica que vão transportar todo o saber ético para a vida futura.

O primeiro Fórum Nacional da Academia Olímpica de Cabo Verde (AOC) decorreu no Centro de Estágios da Federação Cabo-verdiana de Futebol. A AOC esteve representada pela sua secretária, Mitsa Sousa. Além Maísa Salazar, o evento teve como oradores o presidente da Comissão de ética do COC, Orlando Mascarenhas e Carlos Rocha.

JF

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados