Home » Actualidades » Santo Antão: Preço do queijo dispara

Santo Antão: Preço do queijo dispara

O efectivo pecuário no Porto Novo está estimado em 14 mil cabeças de gado, na sua grande maioria caprino.

O preço do queijo em Santo Antão disparou, estando a ser vendido a 300 escudos a unidade. Isto porque, neste ano de seca, a matéria-prima (o leite de cabra) está muito escasso.

“Se em outros anos, o preço do queijo baixava até para 100 escudos, neste ano, o preço disparou para os 300$00”, revela o Romeu Rodrigues, presidente da Associação de Criadores de Gado do Porto Novo.

O famoso queijo de Santo Antão, que em Setembro passado foi premiado em Itália, é produzido no Porto Novo, onde há o maior número de cabras em Cabo Verde.   Segundo Rodrigues, neste momento, a situação é “muito preocupante”, porque os animais e as suas crias já começaram a morrer.

“Não há chuva, não há pasto, e temos problemas de água porque os camiões da Câmara Municipal do Porto Novo estão avariados. Não tem havido cobertura de distribuição de água. Há criadores que pagaram a água há já dois meses e ainda não foram contemplados”, lamenta.

Em termos de preço dos animais, Romeu Rodrigues afirma: “Há já muito tempo que é difícil vender um animal, quer vivo, como retalhado. Não há mercado. O governo anunciou o plano de salvamento do gado, mas ainda não vimos nenhuma acção. Está a ficar tarde demais”, avisa.

O efectivo pecuário no Porto Novo está estimado em 14 mil cabeças de gado, na sua grande maioria caprino.

 

ACN

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados