Home » Pessoas » Darlene deseja ser conhecida pelo seu trabalho na música

Darlene deseja ser conhecida pelo seu trabalho na música

Darlene Neves é uma jovem santantonense, de 16 anos, com grande aptidão para a música. Conforme conta, aos quatro anos, começou a aprender a tocar teclado em casa.

Darlene Neves é uma jovem santantonense, natural da Ribeira Grande, de 17 anos com aptidão para a música. Conforme conta, esse interesse chegou muito cedo, aos quatro anos, altura em que começou a aprender a tocar teclado em casa.

“Com 9 anos comecei a frequentar uma escola de música da Câmara Municipal, no meu concelho, onde fiz parte da Orquestra municipal ‘Sab Sebim’, tendo tido a minha primeira participação em palco no festival de violino em homenagem a Nhô kzick por dois anos consecutivos. Com 11 anos participei do festival ‘Sete Sois Sete Luas’ junto com a Orquestra ‘sab sebim’”.

Depois de vários incentivos, de amigos, familiares e professores, acrescenta, “comecei a interessar-me também pela minha voz e a participar das atividades da escola, cantando e tocando”. No entanto, durante algum tempo, diz, “desliguei-me completamente da música, da dança, da capoeira, de toda e qualquer atividade cultural e comecei a dedicar-me mais a atividades desportivas e mais precisamente o voleibol”.

Tempos depois, a paixão pela música falou mais alto, fazendo com que a jovem voltasse aos tempos de canto. Aos quinze anos, conheceu o Rapper BossV, um grande incentivador, que logo interessou-se por sua voz, tendo a convidado, mais tarde,  para fazerem um dueto.

“‘Ei baby’ foi a minha primeira música a ser lançada e teve um impacto significativo; eu fui muito incentivada pelos ouvintes e isso deu-me motivação para continuar”, conta. Mais tarde, a jovem voltaria a lançar um outro sucesso, “Amor de pai”, num gesto de agradecimento ao pai, “um presente de dia do pai”.

No ano passado, Darlene Neves recebeu o convite para participar do EP “Kortex” dos rappers Jó Muhammad e Gol Beats. “Para mim de todas as participações que já fiz essa teve maior impacto, maior divulgação e sucesso” afirma.

Embora deseje ser conhecida pelo seu trabalho na música e por suas “potencialidades”, diz, “não penso fazer da música algo profissional”. 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados