Home » Actualidades » UCID pede demissão da Directora Nacional de Educação 

UCID pede demissão da Directora Nacional de Educação 

Os democratas-cristãos consideram os manuais “uma vergonha nacional” que lesa o processo de aprendizagem.

Na sua reacção a esta polémica, a UCID, através da deputada nacional, Dora Pires,  foi mais radical. Não só exigiu a retirada dos livros de circulação, como também pediu a demissão da actual Directora Nacional de Educação, Adriana Mendonça.

Os democratas-cristãos consideram os manuais “uma vergonha nacional” que lesa o processo de aprendizagem. Este partido estranha o modo como os livros foram produzidos, optando por autores e editores desconhecidos, em detrimento dos nacionais.

“Onde está a valorização daquilo que é nacional? A directora Nacional da Educação  disse que acha que não deve ser retirado, mas ela confirma que sabia dos erros. Então fazemos um apelo a ministra da educação, que seja feita a retirada dos manuais, então que seja retirada também a directora nacional, que conhecendo os erros existentes colocou os manuais a venda nas escolas”, sustenta.

Esta posição da UCID é igualmente sustentada pela intolerância da parte da sociedade civil aos manuais. Corre a informação, sem confirmação oficial de que um grupo de pais e encarregados de educação na cidade da Praia tem em plano uma marcha na tarde de sexta-feira, com início a frente do Estádio da Várzea.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados