Home » Cultura » Jovem músico maiense Gerson Spencer prepara-se para primeiro álbum

Jovem músico maiense Gerson Spencer prepara-se para primeiro álbum

Gerson Spencer conta lançar, no final deste ano, o seu primeiro álbum de originais. “Voz na Fundo”, assim se chamará. Um disco diversificado, acompanhado de DVD, onde a morna e a coladeira têm lugares cativos.

Gerson Spencer, 27 anos, nasceu na localidade de Barreiro, na ilha do Maio. Começou na música através do rap, tendo lançado alguns ‘singles’ e um ‘mixtape’, há três anos. Depois, foi ao Senegal estudar, sem nunca porém desistir da música. Antes pelo contrário, segundo conta, houve um momento em que teve de pôr os estudos de lado para inscrever-se numa escola de música. E foi a partir disso que começou a encarar a carreira musical de forma “mais profissional”.

Em Março passado viajou a Holanda onde gravou dois singles, com videoclip. As duas músicas “Kenha maz ki mi?” e “Voz na fundo” foram gravadas pelo seu produtor, Silvano Spencer, que também é seu primo. “Estão a ter boa aceitação. Ao todo já gravámos sete composições minhas. O meu produtor deve vir a Cabo Verde, ainda neste mês, para terminarmos alguns trabalhos com Ivan Medina (guitarrista), Tibau Tavares e Ronilda. Será depois disso que saberemos, ao certo, a data para o meu lançamento”, diz Gerson que se encontra, neste momento, em Cabo Verde.

Entretanto, pelos seus cálculos, o disco de estreia de GSP poderá estar no mercado entre Novembro e Dezembro deste ano. O single “Voz na fundo” dará o nome ao álbum, constituído por 10 originais, todos da sua autoria. “O álbum não tem rap. As músicas são mais do estilo tradicional, com mornas, coladeiras e zouk. Sente-se Cabo Verde no disco”, adianta. “A música sempre esteve em mim, mas tinha um pouco de medo, porque estava mais novo. Mas agora sonho alto e quero romper fronteiras com o meu trabalho”, admite firmemente.

Momentos difíceis

A viver há cinco anos no Senegal, Gerson reconhece que já passou momentos “verdadeiramente difíceis” naquele país. Por isso, adianta que parte dessa vivência ficará retratada no seu álbum de estreia. “Quando decidi fazer música de forma mais profissional não tinha apoio de quase ninguém. O que me ajudou foi aquela ‘voz no fundo’, que todas as pessoas têm. Comprei a minha guitarra e, graças a ajuda de um casal em Dakar, consegui o que consegui, até mesmo para vir a Cabo Verde visitar a minha família”, conta.

“No começo, foi difícil para mim tocar em alguns lugares, porque quase que ninguém me conhecia. Mas, agora, praticamente todos os fins-de-semana, faço shows em restaurantes ou festas de aniversários e as pessoas gostam. Apesar de não entenderem, gostam da nossa música, gostam do ritmo, porque conhecem Cesária Évora, Cabo Verde Show, Norberto Tavares, entre outros.

Sonhar alto

A expectativa de Gerson Spencer, com a música, é dar a volta ao mundo, mas, por enquanto, pretende continuar a viver no Senegal. “Passei por muitas coisas e consegui superar. O meu sonho e ter uma escola de música e ajudar outras pessoas como eu”, revela o artista que, para além de cantar, toca guitarra e piano.

Cabo Verde, na opinião do nosso entrevistado, sempre teve excelente artistas, notando-se, infelizmente, neste momento, alguma falta de “maturidade” nas letras dos compositores da nova geração. “Precisam meditar mais, devem fazer letras para todos, para motivar outras pessoas e não para si mesmas”, justifica.

Por outro lado, este músico maiense lastima o facto de os artistas da ilha do Maio não serem conhecidos, a não ser Tibau Tavares, que tem trabalhos “espectaculares” com uma banda alemã.

“Depois de todos estes anos, fui ao Maio e vi vários jovens com composições com valor. Talvez seja o isolamento que nos trama, mas há muitos artistas com qualidade. Precisamente por isso, o meu produtor pretende lançar alguns desses jovens. Começou comigo, mas há outros mais jovens no Maio à espera de serem revelados. No Maio há muitos talentos”, conclui.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados