Home » Santo Antão » Santo Antão: Governo analisa condições de operacionalização do ensino superior na ilha

Santo Antão: Governo analisa condições de operacionalização do ensino superior na ilha

O ensino superior em Santo Antão passará pela criação, provavelmente a partir do ano lectivo 2018/2019, de um polo da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), nesta ilha.

O Governo está a analisar a melhor forma de operacionalizar o ensino superior em Santo Antão, que passará pela criação, provavelmente a partir do ano lectivo 2018/2019, de um polo da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), nesta ilha.

“Estamos a analisar esta questão para ver as melhores condições de operacionalização do ensino superior em Santo Antão”, avançou o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, confrontado sobre a ausência ainda do ensino superior na ilha das montanhas.

A necessidade de o Governo apoiar os estudantes santantonenses a prosseguirem os seus estudos superiores foi também uma das questões levantadas durante uma visita de dois dias de Ulisses Correia e Silva a Santo Antão.

Segundo os cálculos feitos, as famílias em Santo Antão investem, por cada estudante a frequentar o ensino superior no Mindelo ou na Cidade da Praia, mais de 400 contos anuais, valor “insuportável” para a maioria dos agregados familiares.

Para atenuar os custos, os municípios têm vindo a conceder bolsas aos estudantes mais carenciados e a estabelecer protocolos com as universidades para a redução do valor das propinas.

O chefe do Governo avançou à Inforpress que a localização do polo universitário é uma das questões que precisam ainda ser discutidas com os municípios santantonenses.

O executivo cabo-verdiano já havia prometido instalar o ensino superior em Santo Anão, em resposta aos constantes pedidos dos autarcas, pais, estudantes e dos quadros santantonenses.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados