Home » Actualidades » Fogo: Passageiras da TACV com destino à Providence retidas em São Filipe

Fogo: Passageiras da TACV com destino à Providence retidas em São Filipe

Mãe e filha estão revoltadas com o ocorrido e ainda criticam a falta de informações.

Duas passageiras que deveriam seguir,  esta terça-feira, 1 de Agosto, para Providence, nos Estados Unidos da América (EUA), num voo da TACV ficaram retidas em São Filipe (na Ilha do Fogo). Isto porque os seus nomes não constavam na lista de passageiros que iriam viajar no voo da Binter, para a Cidade da Praia.

 “Acredito que tenha ocorrido um erro. Compramos a passagem Providence-São Filipe-Providence. Como soubemos que a TACV iria deixar de fazer as ligações inter-ilhas, a partir de 1 de Agosto, tivemos o cuidado de se dirigir à agência da TACV para confirmar a nossa ida para a Praia. Foi-nos dito que estava tudo bem e que iríamos seguir num voo da Binter”, explica Leonilde Gomes, emigrante há mais de 40 anos nos EUA.

 Leonilde e a filha, Suzete Gomes, contam que às seis da manhã desta terça-feira já estavam no Aeroporto de São Filipe. “Fomos as primeiras a chegar, mas acabamos por ficar em terra. Viemos passar apenas duas semanas.  Meu marido está doente nos Estados Unidos, temos que ir cuidar dele. Já deveríamos estar nos EUA”, lamenta Leonilde Gomes.

 Mãe e filha estão revoltadas com o ocorrido e ainda criticam a falta de informações. “A mulher ficou a mexer no computador e não sabia o que dizer. Nossos nomes não estavam na lista. Isto vai nos causar muitos transtornos. Minha filha tinha de se apresentar já nesta quarta-feira, 2, no trabalho. Além disso, estamos sem dinheiro. O pouco que trouxemos demos a algumas pessoas carenciadas em Cova Figueira. Não estávamos à espera iríamos ficar para trás”, explica.

 Tentamos ouvir uma reacção da TACV, em São Filipe, mas as nossas várias chamadas não tiveram sucesso.

GSF

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados