Home » Mundo » Coreia do Norte considera oferta de aproximação do Sul enganosa

Coreia do Norte considera oferta de aproximação do Sul enganosa

Desde a sua chegada ao poder, em Maio, Moon Jae-in tem tentado estender a mão a Pyongyang.

A Coreia do Norte classifica de enganosa a oferta de diálogo, recentemente proposta pelo Presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

O texto divulgado pelo jornal “Rodong Sinmun” considera que a oferta apresentada, na semana passada, por Moon num discurso em Berlim (Alemanha), causa ainda mais obstáculos, ao invés de ajudar a melhorar as relações entre Seul e Pyongyang.

“[A proposta de Moon] está repleta de falsidades, como quando se fala em sonhos, e estas só colocam obstáculos ao invés de ajudarem a melhorar as relações Norte-Sul”, diz o artigo, citado pela Lusa.

No seu discurso na capital alemã, Moon disse que está disposto a reunir-se com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, “sob as condições adequadas”, e propôs retomar as reuniões das famílias separadas pela Guerra da Coreia.

O conflito (entre 1950-1953) terminou com um cessar-fogo, que nunca foi substituído por um tratado de paz, o que faz com que as Coreias continuem, tecnicamente, em guerra.

Moon propôs, também, que os dois países suspendam os actos hostis ao longo da fronteira, assinalando, no próximo dia 27, o aniversário do fim da Guerra da Coreia.

O texto conclui rejeitando a oferta do Presidente sul-coreano e pede “uma mudança fundamental de postura e políticas” de Seul para que seja iniciado o diálogo.

Desde a sua chegada ao poder, em Maio, o Presidente liberal sul-coreano tem tentado estender a mão a Pyongyang, após dez anos de difíceis relações com os governos conservadores de Seul.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados