Home » Actualidades » Cuba: Raul Castro denuncia “perseguição política” contra Lula da Silva

Cuba: Raul Castro denuncia “perseguição política” contra Lula da Silva

Fundador do PT e ex-Presidente do Brasil foi condenado, em primeira instância, a nove anos e meio de prisão, por corrupção e branqueamento de capitais.

O Presidente cubano, Raul Castro, denunciou uma “perseguição política” ao antigo líder brasileiro, Lula da Silva, que se vai candidatar às presidenciais de 2018, apesar de ter sido condenado a nove anos e meio de prisão.

“Ao camarada Luiz Inácio Lula da Silva, vítima de perseguição política e de manobras golpistas, exprimimos a nossa solidariedade face à tentativa de impedir a sua candidatura às eleições por desqualificação”, declarou Raul Castro, no final de uma sessão no parlamento cubano, citado pela Lusa.

“Lula, Dilma Rousseff (presidente destituída em 2016), o Partido dos Trabalhadores e o povo brasileiro terão sempre Cuba ao seu lado”, acrescentou.

Lula da Silva, de 71 anos, fundador do Partido dos Trabalhadores (PT), de esquerda, nos anos 1980 e Presidente do Brasil de 2003 a 2010, foi, no passado dia 12, condenado em primeira instância a nove anos e meio de prisão por corrupção e branqueamento de capitais.

O ex-chefe de Estado aguarda o julgamento do recurso em liberdade.

Símbolo da esquerda brasileira, Lula, que é também alvo de outros quatro processos judiciais, nega todas as acusações contra si e diz ser alvo de uma conspiração para impedir a sua candidatura às presidenciais de 2018.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados