Home » Actualidades » Conselho de Disciplina da FCF dá razão ao Ultramarina

Conselho de Disciplina da FCF dá razão ao Ultramarina

Como consequência, mandou arquivar o processo.

O Conselho de Disciplina da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) deu razão ao Ultramarina no recurso imposto, quanto ao jogo da primeira mão das meias-finais do Nacional de Futebol. Como consequência, mandou arquivar o processo.

O Conselho de Disciplina da FCF tinha instaurado um processo disciplinar contra a Ultramarina, baseando-se nos relatórios da equipa de arbitragem e dos delegados do jogo em causa. Na altura a partida não tinha se realizado porque o Estádio Orlando Rodrigues estava fechado e o responsável pelas chaves não tinha sido localizado.

O processo disciplinar poderia sujeitar os tarrafalenses a uma pena de derrota, multa, supensão por uma época e indemnização. A Ultramarina contestou o mesmo dentro do prazo estipulado (cinco dias), alegando que a responsabilidade da organização dos jogos era da FCF.

Na sequência refutou a nota de culpa sobre o Estádio (propriedade da Câmara Municipal do Tarrafal de São Nicolau), bem como o facto da informação de que o seu guarda-redes era o responsável pelas chaves do recinto.

O Conselho de Disciplina da FCF considerou o processo improcedente “por não provada, a acusação deduzida contra o Futebol Club Ultramarina, e em consequência, mandar arquivar o processo”, pode-se ler no comunicado da FCF.

O Sporting da Praia é, por enquanto, o único finalista da prova conhecido. A primeira-mão da final deveria ser disputada já este sábado (15), entretanto aguarda-se agora por uma nova marcação da mesma.

JF

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados