Home » Actualidades » Registar-se a si próprio aos 45 anos

Registar-se a si próprio aos 45 anos

Com uma vida dura desde pequeno, José “Djey” Neves foi o único dos seus irmãos que nunca foi à escola. Também não teve um registo, isso só conseguiu aos 45 anos pelos próprios pés.

 Nascido em criado na zona de Madeiralzinho, São Vicente, Djey começou a encarar episódios de vida extremamente difíceis ainda bem pequeno.. A começar pela “rejeição” que teve dos pais. Relacionou-se muito pouco com o pai e, apesar de ter sido criado pela mãe, esta, diz, sempre o descriminou.

“Todos os meus irmãos foram à escola, menos eu. Eu tinha, sim, que ir catar cascalho, levar cabras ao campo, e o dinheiro que ganhava era usado para pagar as propinas dos meus irmãos”, conta Djey, que, mesmo assim, conseguiu aprender a ler e escrever, ensinado por um dos irmãos.

Do conjunto de irmãos, Djey também foi o único que não foi registado. Esse direito só o conseguiu há cerca de cinco anos, aos 45 anos de idade, e pelos próprios pés.

Entretanto, apesar desses percalços, Djey segue lutando e sonha consagrar-se como artista. Um dom que começou a desenvolver aos 13 anos com os primeiros rabiscos, e hoje, aos 49, quer colocar nas ruas um enredo de Carnaval inovador.

“Há anos que ando a trabalhar nesse projecto e não fiz apenas o desenho, também construi um protótipo, para que se possa ter uma ideia das várias dimensões daquilo que pretendo realizar” revela. “E para isso quero trabalhar a ideia com um dos grupos oficiais no próximo Carnaval”, acrescenta.

Para já, essa é uma das facetas da sua “paixão” carnavalesca, que cultiva desde a adolescência, quando começou a frequentar os estaleiros dos grupos oficiais. Neles aprendeu a trabalhar com dois dos principais criativos, Manú Rasta e Bitú. “Quero agora poder chegar ao mesmo patamar que eles”, revela Djey.

Contudo, enquanto o sonho não se concretiza, o nosso entrevistado vai deixando as suas marcas nas paredes do Madeiralzinho, em decorações de festas, esculturas e outras obras.

Ler mais na edição imprensa nº 508 do jornal A NAÇÃO

LN

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados