Home » Actualidades » TACV: Potenciais compradores querem também os aeroportos

TACV: Potenciais compradores querem também os aeroportos

Interessados querem a TACV como parte de uma estratégia para alcançar o mercado africano, o que poderá concretizar o tal “hub” que o anterior Governo tanto falou.

Os aeroportos de Cabo Verde deverão ser integrados no processo de privatização da TACV. Esta é uma das exigências dos potenciais compradores da companhia aérea cabo-verdiana de bandeira, que pretendem rentabilizar ao máximo o investimento que pretendem fazer no sector dos transportes aéreos no arquipélago.

Dois consórcios, um da Islândia e outro dos Estados Unidos da América (EUA), segundo uma fonte próxima do Governo, já manifestaram o interesse na privatização da TACV, mas, curiosamente, todos querem os principais aeroportos de Cabo Verde envolvidos no negócio.

“Quer num caso, quer noutro, querem associar a privatização da TACV à privatização simultânea dos aeroportos”, revela a nossa fonte. Esta adianta que, de acordo com informações que dispõe, “só a TACV não é rentável”.

No fundo, os dois potenciais consórcios, segundo o nosso interlocutor, querem a TACV como parte de uma estratégia para alcançar o mercado africano, o que poderá concretizar o tal “hub” que o anterior Governo tanto falou.

Ambas, conforme avançou o Jornal “A NAÇÃO” na sua edição 505, são empresas “relevantes” no sector da aviação com processos independentes em relação à privatização da TACV.

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados