Home » Actualidades » Branqueamento de capitais: relatório de Cabo Verde avaliado positivamente pelos membros do GIABA

Branqueamento de capitais: relatório de Cabo Verde avaliado positivamente pelos membros do GIABA

Arquipélago foi elogiado pelos esforços empreendidos para corrigir as deficiências.

O 10º relatório de seguimento da avaliação mútua de Cabo Verde foi submetido à 27ª Comissão Técnica do Grupo Intergovernamental de Ação Contra o Branqueamento de Capitais, na África Ocidental e foi aprovado pelos ministros da Justiça, Segurança, e das Finanças dos países membros do GIABA, durante a 17ª Reunião do Comité Ministerial.

Cabo Verde foi elogiado pelos esforços empreendidos para “corrigir as deficiências no seu regime de luta contra o Branqueamento de Capitais e Financiamento do Terrorismo”.

O relatório da plenária da 27ª Comissão Técnica do GIABA, destacou ainda o facto de a Unidade de Informação Financeira de Cabo Verde ter sido aceite como membro de pleno direito do Grupo Egmont.

Ressaltou a importância da Avaliação Nacional de Risco a que Cabo Verde será submetido no final deste ano, solicitando, para o efeito, o engajamento de todas as autoridades nacionais na medida em que, por esta via, se poderá conhecer qual o nível de exposição do país à lavagem de capital e financiamento do terrorismo.

Participaram na 17ª Reunião do Comité Ministerial do GIABA, os Ministros da Justiça, Segurança, e das Finanças do Togo, Serra Leoa, Senegal, Nigéria, Níger, Libéria, Gana, Gâmbia, Burquina Faso e Cabo Verde, que esteve representado pela ministra da Justiça e Trabalho, Janine Lélis.

A 17ª Reunião do Comité Ministerial do GIABA, aconteceu em Monróvia, capital da Libéria, tendo a sessão de abertura sido presidida pela Presidente da República da Libéria, Ellen Jhonson Sirleaf.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados