Home » Actualidades » Ribeira Grande Santo Antão: Cemitérios judeus viram Património Municipal

Ribeira Grande Santo Antão: Cemitérios judeus viram Património Municipal

O estatuto foi conseguido após a restauração e preservação desses dois espaços, que antes estavam abandonados.

Os dois cemitérios judeus existentes no município da Ribeira Grande de Santo Antão, mais concretamente em Penha de França e Ponta do Sol, já foram classificados como Património Municipal.

De acordo com o arquitecto Nivaldo Adelson Leite, do Gabinete Técnico da Câmara Municipal da Ribeira Grande, co-autor dos projectos de recuperação dos cemitérios judeus de Ponta do Sol e de Penha de França, a classificação desses dois espaços como Património Municipal, a par da casa onde nasceu Roberto Duarte Silva, “são os primeiros ganhos visíveis” das intervenções feitas.

“O próximo passo pode ser a elevação a Património Nacional. Aliás, preenchem todos os requisitos para tal”, manifesta Nivaldo Leite, para garantir que “esses sítios passaram a ser mais visitados, ganhando maior visibilidade”, ainda antes de os trabalhos estarem concluídos.

A reabilitação dos dois cemitérios enquadra-se no projecto de preservação da herança judaica em Cabo Verde, com ênfase para a restauração e preservação desses espaços, educar as futuras gerações sobre os judeus no arquipélago e promover um turismo virado para a herança judaica no país.

“Em termos genéricos, focamos na restauração e reabilitação dos dois cemitérios, tanto a nível das alvenarias (muros), bem como no domínio dos pavimentos, em ordem a melhorarmos a conservação das lápides, a substituição das calçadas por calçada artística com cubos de pedra, agregados com uma  mistura de areia e cimento, de modo a evitar o crescimento de vegetação espontânea”, explica o arquitecto.

No Cemitério da Ponta do Sol, os túmulos levaram uma base de betão, em forma de cinta, criando uma clara e distinta separação entre estes e a calçada. “O espaço circundante foi também valorizado, com a remoção da antiga pocilga existente nas imediações”, nota Nivaldo Leite, para frisar que na Penha de França foram melhoradas as escadas e os becos, a par da iluminação.

Possivelmente, a cerimónia oficial da inauguração dos dois cemitérios terá lugar ainda este ano.

 

 

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade