Home » Actualidades » Santa Catarina: doze anos de prisão para jovem que matou professor à facada

Santa Catarina: doze anos de prisão para jovem que matou professor à facada

Caso remonta a Agosto de 2016, quando a vítima e o autor do crime desentenderam-se  dentro de um bar na rua de São Bento, na cidade da Assomada. 

 

O Tribunal da Comarca de Santa Catarina condenou Danielson Jorge Tavares, conhecido por “Preta” a 12 anos de prisão efectiva pelo assassinato do professor Gelsony “Gil” Domingos Borges de Carvalho, de 36 anos.

“Preta” foi condenado ainda a pagar uma indemnização no valor 1500 contos, sendo 500 contos para cada um dos três filhos menores do falecido.

De referir que o caso (veja aqui) remonta à Agosto de 2016, quando “Gil” e “Preta” desentenderam-se dentro de um bar na rua de São Bento, na cidade da Assomada.

Na ocasião o agressor, “Preta”, atingiu Gil com um único golpe de faca no tórax esquerdo e acabou por falecer no dia que completava 37 anos de idade.

SM

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados