Home » Actualidades » São Salvador do Mundo: PAICV acusa edilidade de querer “deitar areia para os olhos” dos munícipes

São Salvador do Mundo: PAICV acusa edilidade de querer “deitar areia para os olhos” dos munícipes

PAICV diz que “já é tempo de deixar de criticar a governação anterior e concentrar-se no trabalho para que possa dar a tão prometida felicidade aos salvadorenhos”.

O ex-presidente da Câmara Municipal de São Salvador do Mundo (Picos), Manuel António Torres (PAICV), diz – se surpreendido com a forma como o actual edil Ângelo Vaz, (MpD), veio a público dizer que a governação do PAICV em São Salvador do Mundo foi irresponsável.

Conforme Manuel Torres os salvadorenhos conhecem muito bem a realidade do município e têm a noção clara de que o município arrecada internamente em termos de receitas.

“A actual equipa camarária quer com o seu discurso deitar areia para os olhos dos salvadorenhos, o que é manifestamente impossível. As pessoas residentes, e não só, têm a consciência daquilo que foi feito no Município de São Salvador do Mundo (SSM) de 2005 a 2016. Temos orgulho desse percurso e de fazer parte da equipa que liderou o município de SSM durante onze anos, sendo os últimos seis meses sob a minha liderança”.

Manuel Torres esclarece ainda que dos municípios criados em 2005, SSM foi o primeiro a construir de raíz o seu Paços de Concelho.

“Trata – se de um edifício imponente que deve orgulhar a nós todos, independentemente da cor política ou confissões religiosas. Deixamos em estado avançado de construção o Centro Comercial (N, gulilançaShopping) que alberga um conjunto de serviços dos quais mercado municipal, parque estacionamento, lojas, minimercados, sala de conferência, espaço para acolhimento turístico, restaurante, todos eles necessários para gerar nova dinâmica económica no município”.

Por isso, Manuel Torres justifica que dívida encontrada pelo seu sucessor deriva dos investimentos feitos.

“A CMSSM, não tendo capital próprio suficiente, recorreu à banca para resolver questões essenciais que têm a ver com a vida dos munícipes, desencravamento das localidades depois das chuvas, habitação social, construção do Paços de Concelho, e Centro Comercial”, aponta.

Torres termina dizendo que “já é tempo de deixar de criticar a governação anterior e concentrar-se no trabalho para que possa dar a tão prometida felicidade aos salvadorenhos”, conclui.

SM

 

 

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados