Home » Actualidades » David Chow quer criar um banco e uma companhia de aviação em Cabo Verde

David Chow quer criar um banco e uma companhia de aviação em Cabo Verde

Ulisses Correia e Silva garante que este terá “todo o seu apoio político”.

O magnata macaense David Chow esteve reunido com o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, no Palácio da Várzea, na cidade da Praia.

Chow que liderava uma comitiva da “Macau Legend Development”, que está a construir o complexo turístico do Djéu, deu a conhecer ao chefe do Executivo cabo-verdiano a sua disponibilidade para investir em outras áreas no país.

Conforme avança o jornal Tribuna de Macau, o empresário mostrou-se disponível para investir em sectores como a banca, aviação e tecnologia agrícola e pretende mesmo criar uma instituição bancária e uma companhia de aviação no país.

Isto para colmatar a escassez de voos para Cabo Verde, provenientes tanto da Europa como da África Ocidental, conforme avança a mesma fonte.

Ao que tudo indica, Ulisses Correia e Silva, citado por esse online disse que o magnata dos casinos de macau, e não só, tem “todo o seu apoio político”.

David Chow manifestou ainda interesse em criar um laboratório ligado à tecnologia de ponta voltada para o sector agrícola e garantiu estar disponível para investir em infra-estruturas cruciais ao desenvolvimento do país.

Antes do encontro com o PM de Cabo Verde David Chow esteve também reunido na Câmara Municipal da Praia com o presidente Óscar Santos e outros vereadores, para solicitar e apresentar à autarquia alterações ao projecto do complexo turístico do “Ilhéu de Santa Maria”, também conhecido por “Djéu”.

De acordo com informações da Câmara, o projecto sofreu uma alteração, e o que inicialmente estava previsto incluir um “hotel adaptado para Praia”, foi alterado “para um hotel com perfil de cidade”.

Óscar Santos garante que as “alterações são bem-vindas”, tendo em conta que se “adaptam melhor à Cidade da Praia e ao projecto de requalificação que à Câmara tem para a Gamboa”.

Orçado em 250 milhões de euros, este é o projecto mais complexo e de maior dimensão alguma vez construído em Cabo Verde.

Depois de uma paragem “técnica” para assentamento de todo o trabalho de terraplanagem, as obras deverão entrar agora na fase de construção da ponte que vai ligar a Gamboa ao “Djéu”.

GC

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados