Home » Mundo » Guiné-Bissau: União Europeia sugere legislativas em 2018

Guiné-Bissau: União Europeia sugere legislativas em 2018

O mandato do actual Parlamento termina a 17 de Julho, altura em que se completam quatro anos desde a tomada de posse dos deputados.

O representante da União Europeia (UE) na Guiné-Bissau, o português Vítor Madeira dos Santos, sugeriu, esta semana, que seria bom que as próximas eleições legislativas fossem realizadas em Abril ou Maio de 2018, antes do período das chuvas no país.

O diplomata europeu fez a sugestão durante um seminário no Parlamento bissau-guineense, organizado pela Comissão Nacional de Eleições, para apresentar os relatórios dos últimos actos eleitorais, de 2014, e preparar o próximo ciclo eleitoral, informa a agência Lusa.

A Guiné-Bissau deve realizar as próximas eleições legislativas, de acordo com o calendário regular, em 2018 e as presidenciais um ano depois.

Vitor Madeira dos Santos sugeriu que, tendo em conta que, na Guiné-Bissau, a época das chuvas ocorre entre os meses de Junho e Outubro, o melhor seria que as eleições fossem realizadas antes desse período, defendeu.

Segundo disse, o mandato da actual Assembleia (Parlamento) deve terminar a 17 de Julho de 2017, altura em que se completariam quatro anos desde a tomada de posse dos actuais deputados.

Vítor Madeira dos Santos reafirmou a disponibilidade da UE em apoiar a administração eleitoral, e, “possivelmente”, os próximos actos eleitorais, mas alertou para a necessidade de os preparativos serem iniciados atempadamente.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados