Home » Política » Delegação chefiada pelo ministro da Agricultura e Ambiente termina visita aos EUA

Delegação chefiada pelo ministro da Agricultura e Ambiente termina visita aos EUA

Nesta deslocação aos EUA, o ministro da Agricultura e Ambiente e sua delegação tiveram um encontro com uma das instituições científicas “mais conceituadas”, a US GEOLOGICAL SURVEY (USGS)

A visita da delegação cabo-verdiana, chefiada pelo ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, aos Estados Unidos da América (EUA), no quadro do segundo compacto do Millennium Challenge Account (MCA), terminou esta quarta-feira.

Esta visita teve como propósito conhecer experiências das instituições, aprender com as abordagens técnicas, operacionais e de gestão nos Estados Unidos da América para futuros financiamentos de alavancagem do fundo autónomo rotativo e implementações de infraestruturas de água e saneamento.

Nesta deslocação aos EUA, o ministro da Agricultura e Ambiente e sua delegação tiveram um encontro com uma das instituições científicas “mais conceituadas”, a US GEOLOGICAL SURVEY (USGS), que se dedica ao estudo dos recursos e desastres, concentrando-se em biologia, geografia, geologia e água.

A USGS tem sido um forte parceiro de Cabo Verde, em 2010, no âmbito do I Compacto do Millennium Challenge Account, liderou um estudo sobre os Recursos Hídricos Subterrâneos da Bacia Hidrográfica dos Mosteiros, nas ilhas do Fogo e Santo Antão. O USGS tem um vasto acervo de DATA biológica e de solo e, por isto, ficou aberta a possibilidade de haver uma assistência técnica no domínio de gestão de recursos hídricos, geofísica e vulcanologia em Cabo Verde.

A delegação governamental manteve um encontro com o diretor executivo interino, o vice-Presidente e o conselheiro do CEO do Millennium Challenge Corporation para avaliar a evolução e os resultados do II Compacto onde ficou aberta a linha de contacto para a realização de um III Compacto no domínio de gestão de recursos hídricos com medidas sustentáveis.

No segundo dia da visita, a delegação de Cabo Verde encontrou-se com o US Environmental Protection Agency, Agência Federal de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, e o principal objecto de discussão foi sobre o processo de desenvolvimento de projetos e empréstimos no domínio da água.

No mesmo dia, dado ao temporal de neve, foi realizado uma vídeo-conferência com a Public-Private Infrastructure Advisory Facility, PPIAF, fundo fiduciário de múltiplos doadores que fornece assistência técnica aos governos dos países em desenvolvimento.

Na quarta-feira, no último dia da visita, foi realizado um encontro na sede da Inter-American Development Bank, Banco Interamericano de Desenvolvimento, e foi possível fazer um intercâmbio de informações sobre as experiências dos países-piloto, Belize, Guyane e Jamaica, do Fundo Regional do Caribe para as Águas Residuais (CReW).

A delegação cabo-verdiana deslocou-se para o Estado de Maryland onde encontrou-se com o director da Administração de Financiamento da Qualidade da Água do Departamento de Meio Ambiente, onde foi possível ter uma ideia de como o Estado de Maryland implementa soluções de financiamento local e objetivos de desenvolvimento econômico.

Esta visita ministerial permitiu, também, que fosse feito às essas instituições o convite para uma mesa redonda que terá lugar na Cidade da Praia, em Cabo Verde.

O balanço que se faz da visita “é positivo”, permitindo à delegação ter uma boa compreensão dos potenciais modelos de financiamento e gestão que possam ser aplicados em Cabo Verde e que sejam capazes de desenvolver estratégias para a sustentabilidade a longo prazo para o financiamento das infraestruturas hídricas.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Classificados