Home » Actualidades » Sal: Primeiro Casino de Cabo Verde é inaugurado oficialmente a 16 de Março

Sal: Primeiro Casino de Cabo Verde é inaugurado oficialmente a 16 de Março

O primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva deverá presidir à inauguração, além da presença de um vasto leque de ilustres convidados nacionais e estrangeiros.

A funcionar de forma experimental desde o dia 13 de Dezembro, o primeiro casino de Cabo Verde, localizado na ilha do Sal, será inaugurado oficialmente no próximo dia 16 de Março.

Segundo informações avançadas a este online pelo Inspector Geral dos Jogos, José Augusto Cardoso, até agora, toda a actividade de jogo do “Casino Royal” está a ser controlada e fiscalizada por um sistema informático desenvolvido para o efeito, além da presença física, diária, de dois inspectores.
Inclusive, já está a ser feito o controlo das receitas e do imposto especial sobre o jogo. “Já começamos a cobrar o imposto, através da emissão do DUC – Documento Único de Cobrança à concessionária, em que esta vai depositar na conta do Tesouro do Estado, todos os meses, o valor do imposto liquidado”, garantiu José Augusto Cardoso.

Orçado em cinco milhões de euros, o “Royal” está agregado ao projecto do hotel Hilton Sal, e tem recebido, em média, cerca de 160 clientes por dia, entre nacionais e estrangeiros.

De acordo com informações divulgadas no próprio site da IGJ o período de concessão do Casino Royal é de 25 anos, com um período de exclusividade de sete, a contar da data do início de exploração.

José Augusto Cardoso garante que tudo o que prevê a lei de jogos, bem como o contrato de concessão está a ser “respeitado escrupulosamente”, e que antes do Casino entrar em funcionamento a IGJ pôs em curso todo um processo de fiscalização.

“Todos os regulamentos sobre os equipamentos de jogo, máquinas, bancas, o sistema de controlo interno do casino, da contabilidade e CCTV foram construídos e montados de acordo com as normas internacionais aceites, lei do jogo e Decretos Leis de Segurança Física e Lógica nos casinos e salas de jogos”, esclareceu.

A mesma fonte informa ainda que, mesmo as “slot machines” e as “live tables”, apesar de já virem certificadas da fábrica, passaram também pelo crivo da IGJ. “Esses equipamentos estão a ser alvo de um processo de certificação por uma empresa internacional e certificada pela IGJ, visto que internamente não é possível fazer-se essa certificação dada a complexidade e inexistência em Cabo Verde de empresas nesse ramo de jogo de fortuna ou azar”, explica o inspector-geral dos jogos.

De acordo com informações avançadas pela gestão do Casino Royal, SA, o casino está a funcionar com 80 funcionários, sendo apenas 10% do staff constituído por estrangeiros, embora todos os groupiers sejam 100% cabo-verdianos, tendo recebido formação na ilha do Sal.

Recorde-se que Cabo Verde dispõe, desde 2012, de três zonas de jogo de fortuna e azar, distribuídas pelas ilhas de São Vicente, Santiago e Sal e a cidade da Praia deverá ser a próxima a receber um Casino em Cabo Verde.

GC

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados