Home » Actualidades » Governo vai regular legislação sobre energias renováveis para permitir desenvolvimento do sector – ministro

Governo vai regular legislação sobre energias renováveis para permitir desenvolvimento do sector – ministro

O Governo vai regular a legislação sobre a exploração das energias renováveis em Cabo Verde para permitir “um verdadeiro desenvolvimento” desse sector

O Governo vai regular a legislação sobre a exploração das energias renováveis em Cabo Verde para permitir “um verdadeiro desenvolvimento” desse sector, que se afigura, cada vez mais, como solução aos problemas de energia que o país ainda enfrenta.

A informação foi avançada pelo ministro da Economia e Emprego, José Gonçalves, durante uma visita relâmpago, sábado, a Porto Novo, onde inaugurou um sistema fotovoltaico para a bombagem de água para a rega na localidade de Martiene, interior deste concelho.

Com a regulação da legislação sobre a matéria, a empresa de Electricidade e Água (Electra) vai ter de “compensar” os produtores independentes pela energia que é injectada na rede pública, explicou o governante, adiantando que, por falta de regulação da lei sobre as energias renováveis, criada em finais da década de 90, a empresa pública de electricidade não tem assumido essa compensação.

“Acontece é que se produz energia de sobra que é injectada na rede pública que não é compensada. Falta essa tal regulação para que essa compensação se faça por parte da Electra”, explicou José Gonçalves, para quem a resolução dessa questão vai permitir um verdadeiro desenvolvimento das energias renováveis em Cabo Verde.

Segundo o ministro da Economia e Emprego, que falava à imprensa, “a base de legislação” sobre esta questão “está no bom caminho”, faltando a regulação, que é uma preocupação do actual Governo, que está a trabalhar para “promover toda uma indústria verde” em Cabo Verde, que passará pela produção e montagem de contadores e de painéis solares.

Em relação à Electra, o ministro anunciou que a empresa, no quadro do programa do Governo, vai ser dividida em duas entidades: uma produtora e uma distribuidora.

Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Notícias Relacionadas

Classificados