Home » Actualidades » Ano agrícola: Governo acredita num bom ano mas prepara-se para o pior – ministra

Ano agrícola: Governo acredita num bom ano mas prepara-se para o pior – ministra

A ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet, manifestou-se esta segunda-feira, em Santo Antão, “esperançosa” num bom agrícola em Cabo Verde

A ministra do Desenvolvimento Rural, Eva Ortet, manifestou-se esta segunda-feira, em Santo Antão, “esperançosa” num bom agrícola em Cabo Verde, admitindo que Governo está também a preparar-se para a eventualidade de ocorrer mais um ano de seca no país.

“O Governo está à espera do melhor, mas a preparar-se também para o pior”, sublinhou a ministra, explicando que o executivo está confiante num bom ano, mas, na eventualidade de persistir a seca, se consiga tomar as medidas que amenizem as dificuldades dos camponeses.

Eva Ortet, que esteve, esta segunda-feira, em Santo Antão, na companhia do seu homólogo de São Tomé e Príncipe, Teodorico Campos, avançou à imprensa que “as perspectivas do ano agrícola são, para já, animadoras”, porquanto se prevê queda de chuvas, nos próximos dias, em todas ilhas.

Segundo a governante, há esperança de que 2015 seja um ano produtivo em termos de pasto e de mobilização de águas, sobretudo, através das barragens, para o reforço da agricultura de regadio em Cabo Verde.

Eva Ortet, que recebeu o convite de Teodorico Campos para visitar São Tomé e Príncipe, informou que Porto Novo vai beneficiar, até finais de 2015, de projectos no sector agrícola, de entre os quais se destacam o projecto de floresta e agricultura urbana.

Este projecto vai arrancar em Novembro ou Dezembro deste ano, assegurou, informando ainda que o Governo vai avançar com os estudos da bacia hidrográfica da Ribeira das Patas até finais 2015/princípios do próximo ano.

O ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural de São Tomé e Príncipe enalteceu a experiência de que Cabo Verde já dispõe a nível da gestão dos recursos hídricos, domínio em que os dois países vão poder cooperar-se, doravante.

Fonte: Inforpress

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade