Home » Actualidades » Ortopedistas lusófonos debatem “fraturas expostas” em Cabo Verde

Ortopedistas lusófonos debatem “fraturas expostas” em Cabo Verde

Decorre na ilha do Sal o VI Congresso da Sociedade Ortopédica de Língua Portuguesa (SOLP), que tem como lema “Ser Solidário, Compartilhando Experiências”.

Decorre na ilha do Sal o VI Congresso da Sociedade Ortopédica de Língua Portuguesa (SOLP), que tem como lema “Ser Solidário, Compartilhando Experiências”.

Citado pela Inforpress, o responsável pela preparação do Congresso, o especialista cabo-verdiano em Ortopedia e Traumatologia Fernando Almeida, indicou que o encontro versará sobretudo o tema “Fraturas Expostas”, uma área “muito complexa” dentro da especialidade.

Além de conferências e comunicações livres sobre outros temas, sublinhou, haverá as habituais sessões de balanço dos programas assistenciais e científicos da SOLP, entre eles o tratamento dos pés botos através do Método de Ponseti, infecções osteoarticulares graves, e organização e tratamento dos traumatismos vertebro-medulares.

O Congresso explicou Fernando Almeida, constituiu uma “mais-valia” para o intercâmbio e estreitamento das relações pessoais e científicas dos ortopedistas dos diversos países e territórios que falam a língua portuguesa.

No VI Congresso da SOLP participam de ortopedistas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Macau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade