Home » Actualidades » Preso em Cabo Verde um dos 100 traficantes mais perigosos do mundo

Preso em Cabo Verde um dos 100 traficantes mais perigosos do mundo

A polícia italiana deteve na noite de domingo, 14, na ilha do Maio, um cidadão italiano referenciado como um dos 100 traficantes mais perigosos do mundo.

A polícia italiana deteve na noite de domingo, 14, na ilha do Maio, um cidadão italiano referenciado como um dos 100 traficantes mais perigosos do mundo. Stefano Marchi estava escondido em Cabo Verde há dez anos, depois de a justiça italiana o ter condenado a 20 anos de cadeia por tráfico de cocaína.

Uma remessa de alguns milhares de euros da sua mãe foi suficiente para as autoridades policiais italianas descobrirem o paradeiro de Stefano Marchi. Esse italiano estava escondido na ilha do Maio há cerca de dez anos, tempo que esteve foragido da justiça do seu país depois de condenado a 20 anos de cárcere por tráfico de estupefacientes.

O indivíduo foi surpreendido em casa numa operação do Serviço de Operação Central da Itália, em colaboração com a Polícia Judiciária cabo-verdiana. Algemado e conduzido de imediato ao aeroporto, Marchi – considerado um dos 100 traficantes mais perigosos do mundo – vai agora cumprir a pena decretada por um tribunal do seu país por traficar cocaína da América do Sul para a Europa.

A polícia transalpina já desconfiava que Stefano Marchi estaria escondido em Cabo Verde, concretamente no Maio, após interceptar um diálogo entre ele e a sua mãe no qual pedia mais dinheiro para efectuar alguns arranjos na casa onde residia. A casa, no Maio, estaria a perder muita planta aloe vera (babosa) que tapava a fachada e a vista para o interior, pelo que Marchi pediu à mãe e o irmão para lhe enviar mais dinheiro para efectuar novas obras que tapassem a vista da polícia para o interior da casa.

A polícia soube da conversa, mas antes de iniciar a operação, Marchi mudou-se para uma nova residência, fugindo, novamente, da perseguição policial. Agora, em mais um pedido de remessa de dihneiro, o italiano foi localizado e daí, foi só desencadear a operação para o deter. Como apoio das autoridades cabo-verdianas, Stefano Marchi vai ser extraditado para Itália onde o espera uma pena por cumprir de 20 anos de prisão por tráfico internacional de droga.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade