Home » Actualidades » Antero Veiga desdramatiza críticas sobre atraso do Aterro Sanitário de Santiago

Antero Veiga desdramatiza críticas sobre atraso do Aterro Sanitário de Santiago

Antero Veiga desdramatizou o incómodo mostrado pela Directora para a África Ocidental para o Desenvolvimento e Cooperação da Comissão Europeia

O ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga, desdramatizou esta quinta-feira o incómodo mostrado pela Directora para a África Ocidental para o Desenvolvimento e Cooperação da Comissão Europeia, Carla Montesi, sobre o atraso na inauguração do Aterro Sanitário de Santiago.

Na segunda-feira, Carla Montesi mostrou-se preocupada e agastada com os atrasos verificados na entrada em funcionamento dessa infra-estrutura.

O ministro Antero Veiga deixou a entender que a entrada em funcionamento do Aterro Sanitário de Santiago pode levar mais algum tempo, mas avançou que já há convergência com os municípios nesta matéria.

“Não sei se há críticas sobre o aterro sanitário… Nós recebemos o generoso apoio da União Europeia para a construção de uma infra-estrutura de saneamento básico, uma coisa é a construção da infra-estrutura física em si e outra coisa é toda a dimensão institucional que estamos a trabalhar para que, no quadro do nosso ordenamento jurídico garantir a entrada em funcionamento do aterro sanitário da Praia”, frisou o ministro garantindo há já uma “grande convergência nessa matéria”.

O projecto do Aterro Sanitário de Santiago foi financiado pela União Europeia no valor de cinco milhões de euros o equivalente a 550 mil contos.

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade