Home » Actualidades » PM Cabo-Verdiano quer “mecanismos inovadores” para financiar desenvolvimento em África

PM Cabo-Verdiano quer “mecanismos inovadores” para financiar desenvolvimento em África

O primeiro-ministro cabo-verdiano espera que o fórum sobre o desenvolvimento em África, que decorrerá até o dia 15 em Marrocos, contribua para a identificação de "mecanismos inovadores" para financiar o desenvolvimento do continente.

O primeiro-ministro cabo-verdiano espera que o fórum sobre o desenvolvimento em África, que decorrerá até o dia 15 em Marrocos, contribua para a identificação de “mecanismos inovadores” para financiar o desenvolvimento do continente.

“A África precisa mobilizar mais recursos, sobretudo recursos africanos, das grandes empresas, da diáspora, de recursos que são de África, um grande continente com grandes potencialidades e muitas riquezas para financiar o seu próprio desenvolvimento”, salientou José Maria Neves à chegada ao aeroporto Internacional de Casablanca.

Segundo informações disponibilizadas num comunicado pelo Governo, José Maria Neves considerou que a questão se coloca com maior evidência para os pequenos Estados insulares, como Cabo Verde, que têm vulnerabilidades próprias e precisam de mecanismos mais inovadores para continuarem a financiar o seu próprio desenvolvimento.

Na terça-feira, o chefe do executivo cabo-verdiano vai falar sobre o tema no painel intitulado “Políticas inovadoras para um mundo em transição”.

José Maria Neves, que é acompanhado pela ministra das Finanças e do Planeamento, Cristina Duarte, e pelo novo ministro das Relações Exteriores, Jorge Tolentino, será, a par dos presidentes do Senegal, Macky Sal, e da Costa do Marfim, Alassane Ouatara, um dos três convidados que vão intervir ainda hoje na cerimónia de abertura do fórum.

Sobre o Marrocos, o PM cabo-verdiano destacou o seu “importante papel” no contexto do desenvolvimento africano, garantindo que espera o reforço das relações bilaterais com o país.

“Marrocos tem um papel muito importante para o desenvolvimento de África e espero que possamos reflectir sobre as melhores formas de cooperarmos para o desenvolvimento do nosso continente. E espero que Marrocos possa trabalhar com todos os outros países africanos nesta nova fase”, pediu Neves.

A 7.ª conferência internacional de Marrocos, conhecida como MEDays, tem como principal objetivo debater a cooperação Norte-Sul em África e contará com mais de 120 intervenções de decisores políticos, chefes de empresas e representantes da sociedade civil mundial.

O MEDays é um fórum anual e internacional organizado pelo Instituto Amadeus, conta com o alto patrocínio do rei de Marrocos e decorrerá naquela cidade do norte marroquino sob o lema “Que Ordem Dentro do Caos?”.

Depois de Marrocos, José Maria Neves efetua uma visita privada de quatro dias ao Brasil.

Fonte: Lusa

PartilheTweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone

Comentário

Publicidade